bg-cassiaeller.jpg

Cássia Eller - O Musical

“Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher”. Os versos de Renato Russo que Cássia Eller cantou por tantos anos falam muito sobre a personalidade da artista, uma verdadeira fera nos palcos, mas que podia ser um bicho arredio fora dele. Mulher de poucas palavras, cantora de infinitos sons e uma voz tamanha, doce e amiga na vida, foi forte e surpreendente na arte. Com menos de 40 anos de vida e 20 de carreira, Cássia Eller partiu no auge e deixou uma obra eterna.


Cássia Eller, o Musical destaca a carreira dessa que é uma das vozes mais marcantes da MPB. O espetáculo é um dos mais bem-sucedidos musicais do Teatro nacional, tendo sido visto por mais de 350 mil espectadores, após percorrer todas as 27 capitais brasileiras e diversas outras cidades do país. A trama mostra a artista ainda antes do início da carreira e acompanha toda a sua trajetória musical, sem deixar de lado seus amores, em especial Maria Eugênia, sua companheira com quem criou o filho Chicão.


O musical tem direção de João Fonseca e Vinicius Arneiro, idealização de Gustavo Nunes e produção da Turbilhão de Ideias Entretenimento. O texto é de Patrícia Andrade, que fez um amplo mergulho na obra de Cássia e entrevistou familiares e amigos que a ajudaram a construir um mosaico fiel sobre a história da cantora. A direção musical é de Lan Lanh, que tocou anos com Cássia e tem total propriedade na obra da cantora. O roteiro passa por canções que ficaram imortalizadas por ela, como Malandragem, All Star e Por Enquanto.


Com um enredo que aborda temas como protagonismo feminino, diversidade e causa LGBT, o espetáculo se mostra mais atual e necessário do que nunca para a sociedade.